10 Razões Para Investir em Tráfego Pago

10 Razões Para Investir em Tráfego Pago

O tráfego pago é uma das maneiras mais efetivas de gerar leads e vender pela internet. É composto por anúncios publicitários elaborados por meio de plataformas específicas e que costuma trazer bons resultados rapidamente, direcionando o usuário para o site da empresa, também é chamado de links patrocinados.  Agora conheça os 10 motivos para incluir o tráfego pago na estratégia de vendas e marketing da sua marca na web:

1. Obtém-se resultados de forma quase que imediata. O retorno é rápido e efetivo, atingindo o usuário no momento certo em que ele está precisando e procurando por aquele item. Ao contrário do que acontece com o investimento orgânico que consegue resultados mais para o médio e longo prazo.
2. Maior chance de conversão já que se atinge muito mais pessoas de uma só vez. Com a definição do perfil do público acaba-se expandindo o número de pessoas impactadas por aquele anúncio, não dependendo do algoritmo padrão das redes sociais para determinar quem irá receber aquele conteúdo.
3. Ficar nas primeiras posições do ranking de pesquisa. Dificilmente alguém sai da primeira página de pesquisa em qualquer mecanismo de busca e os primeiros resultados costumam ser os resultados mais confiáveis e que correspondem melhor com as expectativas do cliente, então estar nas primeiras aparições de busca com um bom ranqueamento é vantajoso, já que receberá muitos cliques e terá mais notoriedade e atenção do usuário.
4. Há possibilidade de adaptar a campanha ao budget. Assim mesmo com um orçamento baixo é possível ter resultados, já que a ferramenta disponibiliza opções com menor alcance, mas que permitem a vinculação de companhas pagas para o público que se deseja alcançar.  Por exemplo, é possível programar a campanha para funcionar até o fim do crédito disponível.
5. Ótima opção para nichos e mercados muito específicos, já que a capacidade de segmentação é imensa.  As opções de segmentação nas configurações são infinitas, permitindo atingir pessoas com características e demandas bastante delimitadas. Essa função é muito usada por empresas menores que desejam interagir com um público mais seleto.
6. É possível monitorar o desempenho da campanha constantemente com métricas precisas disponíveis para cada plataforma.  Obtendo em tempo real a reação do usuário e como ele está aderindo (ou não) à proposta, possibilitando adaptações no meio do percurso, tanto da estratégia quanto da parte operacional.
7. Para projetos específicos com prazo determinado de início e fim, pode-se programar um período de atuação da campanha, com isso não há vazamento de dinheiro fora do tempo de vida daquele produto/ projeto. Concentrando todos os esforços e orçamento para conversão naquele espaço de tempo. É comumente usado em campanhas promocionais e de lançamento.
8. O reforço da marca para o mesmo individuo constantemente em um período curto. Dessa maneira, o usuário verá muito a empresa em suas pesquisas, ofertando os produtos e serviços que ele está buscando. Na intenção de gerar identificação e reconhecimento entre a empresa e o cliente, a fim da marca se tornar uma opção interessante para compra.
9. Prospectar novos clientes que até então nunca tinham tido contato com a marca.  Com o aumento da exposição da marca para diferentes públicos a empresa acaba obtendo a atenção de pessoas que a desconhece, oportunizando a prospecção com clientes totalmente novos e que terão a sua primeira experiência com a empresa.
10. Análise e BI: Ao fim da campanha pode-se avaliar o panorama geral da evolução do trabalho feito e quais foram os momentos de alta e baixa. Esses dados e estatísticas são bastante detalhados, é possível ter informações sobre todas as etapas de uma campanha e a partir disso entender qual foi a percepção e ação do cliente, junto com a interação dele com a marca.

Equipe de criação de conteúdo da Agência GoUp