Sete dicas para criar um planejamento de social media de sucesso

Blog-01.png

Sete dicas para criar um planejamento de social media de sucesso

Trabalhar como social media pode ser visto por muitos como uma profissão que se resume apenas para criar postagens, mas para quem entende de estratégias e sabe do poder das redes sociais, essa função vai muito além. Estudar e entender como funcionará uma estratégia também são funções desse profissional.

Pensando neste tema, hoje conversaremos sobre:

  • O que é ser social media?
  • Principais funções do social media.
  • Importância do planejamento para redes sociais.
  • Sete dicas para criar planejamento para redes sociais

Confira a seguir!

O que é ser social media?

“Social media” é um termo em inglês voltado para definir as “redes sociais” e, aqui no Brasil, esse mesmo termo serviu para nomear a profissão de quem cuida e gerencia as mídias sociais.

Trabalhar como social media requer que sejam assumidas algumas responsabilidades, como gerenciar, analisar resultados e monitorar as redes sociais de uma marca ou empresa.

Mas por que uma empresa deve contratar um profissional para cuidar das redes sociais? O principal objetivo é garantir que a ela tenha uma maior presença digital, mantendo um fluxo constante de clientes e, assim, aumento de vendas. 

Para que isso ocorra, é fundamental que seja criada e executada uma estratégia de marketing direcionada para o público-alvo da companhia.

Principais funções do social media

Se pararmos para analisar, a profissão social media é muito recente. Há poucos anos, ninguém imaginaria que essa função sequer existiria.

É importante entender que as atividades que são atribuídas a esse profissional estão em constante mudanças, portanto, as estratégias e métodos de trabalho devem sempre estar de acordo com tais evoluções. 

As principais funções do social media são:

  • Definição de estratégia e de posicionamento da marca nas redes sociais: essa etapa deve ser realizada junto com o time de Marketing, para melhores resultados.
  • Planejamento de conteúdos: precisa estar alinhado com os principais objetivos e metas da marca/empresa.
  • Criação de conteúdos: crie conteúdos que façam sentido para o posicionamento da marca, mas lembre-se de trazer assuntos relevantes e ricos. Nem tudo precisa ser apenas sobre a empresa/marca.
  • Agendamento de postagens: é importante ter postagens sempre prontas e agendadas, para evitar que ocorram problemas.
  • Monitoramento: procure estar por dentro do que está sendo falado na internet e das correntes do momento. Isso facilita a criação de novos conteúdos.
  • Relacionar conta com seguidores: por a rede social ser um espaço voltado para interações, é essencial manter seu público engajado.
  • Análise de resultados: busque apresentar os principais resultados do seu trabalho para o cliente. Isso é importante para entender o que funciona e o que pode ser melhorado.

Importância do planejamento para redes sociais

Como explicamos anteriormente, o planejamento de conteúdos para as redes sociais necessita estar alinhado com os objetivos da empresa, que são traçados na criação da estratégia digital com o time de Marketing. 

Mas o que é preciso saber para a criação de um planejamento eficiente? 

Alinhe as metas de negócios às estratégias de social media

Para chegar a um objetivo de forma efetiva, é importante definir qual é ele, afinal, quem não sabe aonde quer chegar, não vai alcançar o sucesso. Nesse sentido, antes de mais nada, é fundamental estabelecer a estratégia por trás do seu planejamento de redes sociais. 

Pergunte-se: O que eu quero alcançar com a minha rede social? Aumento de vendas? Maior credibilidade? É importante que isso esteja definido.

Conheça o seu público

Qualquer tipo de empresa precisa conhecer bem o seu público para ter sucesso nos negócios, e isso se mantém na estratégia de mídias sociais.

Conhecer o público ajuda a escolher não só quais são as mídias sociais mais adequadas para interagir com ele, mas também o tipo de conteúdo que precisa ser criado para conquistar a atenção e o engajamento dessas pessoas.

Pesquise a sua concorrência

Destacar-se da concorrência é o desejo de toda marca, mas, para isso, é importante saber o que os concorrentes estão fazendo. Analisá-los vai ajudar a ter ideias do que funciona e do que não funciona nas mídias escolhidas, o que facilita muito o seu trabalho de planejamento.

Além disso, estar a par do que a concorrência faz também pode ajudar você a enxergar oportunidades para conseguir se destacar no seu nicho.

Escolha as redes sociais

Para quem está começando neste universo, lembre-se: você não precisa usar todas as redes sociais disponíveis. 

Busque investir seu tempo em redes importantes: que façam sentido para o seu público, mas que também podem lhe ajudar a alcançar os objetivos traçados anteriormente.

Estabeleça a frequência

A frequência de publicações também deve estar alinhada de acordo com o perfil de seu público-alvo. Procure escolher aquela que seja mais adequada à persona do negócio. Depois de definir a frequência de postagens, mantenha uma constância, isso é fundamental para manter os usuários engajados.

Crie um cronograma

Como citamos anteriormente, a consistência de publicações é fundamental para manter o público engajado. Por isso, crie um calendário antecipado com todo o conteúdo que você deseja publicar nos seus canais.

Lembre-se de que esse trabalho do social media envolve bastante esforço de redação, revisão, design e a própria gestão das plataformas, então não deixe para a última hora e se planeje.

Não tenha medo de testes

Acompanhar métricas é uma atividade-chave para que a sua estratégia tenha bons resultados, e você não deve ter medo de testar e mudar de caminho quando for necessário.

As mudanças são constantes, principalmente nas redes sociais, portanto, é importante estar sempre testando novas abordagens e corrigindo a sua estratégia para garantir que ela evolua do mesmo modo que o mercado e que as necessidades do seu público.

Prepare-se para começar o ano com uma estratégia bem estruturada: entre em contato conosco!

Fundador da GoUp, fã do The Offspring e jogador profissional de FIFA nas horas vagas.